domingo, 2 de dezembro de 2012

Truly, Madly, Deeply - 5º Capitulo

          Enquanto Rebeca ficava amiga de Liam, Ingrid conhecia outro garoto nos jardins do Campus.
          Como ela fazia a faculdade de fotografia ela precisava exercitar e de vez em quando, entre uma aula e outra ela ficava nos jardins mais floridos do campus tirando várias fotos. Um dos melhores lugares pra tirar foto era no prédio de teatro que tinha um canteiro cheio de tulipas, de todas as cores. Certo dia ela estava distraída tirando fotos de uma joaninha que quando ela se virou levou um susto, tinha um menino que ela nunca viu na vida que estava observando ela tirar foto e do nada ele começou a andar na direção dela.

Menino: Oi!
Ingrid: O-oi!
Menino: Tá tirando foto pra que? - puxando assunto
Ingrid: Pra faculdade.
Menino: Fotografia?
Ingrid: É! - tímida
Menino: Você só gosta tirar foto de plantas?
Ingrid: Não, eu prefiro tirar de gente, mas eu não quero incomodar.
Menino: Se você quiser eu posso ser o seu modelo. Sera que eu sirvo?
Ingrid: Claro que serve, você um moreno lindo, olhos encantadores, mas e o sorriso? - nessa hora ele sorrir. É o combo perfeito! Ela tira algumas fotos.

 
Ingrid: Qual o seu nome?
Menino: Zain Malik, e o seu?
Ingrid: Ingrid Gerevini
Zain: Italiana?
Ingrid: É!
Zain: A gente tem que tirar mais fotos.
Ingrid: Com certeza!

          Eles passaram cerca de um mês andando junto pra tirar foto pelo campus e ficaram amigos. Um dia Zain chamou ela pra uma festa de um amigo dele, mas quando eles chegaram não tinha festa nenhuma, a casa não tinha um móvel sequer, ele tinha preparado todo um jantar pra eles só pra pedir a mão dela em namoro.


         A casa da três era bem movimentada, sempre tinha gente de fora porque ela era frequentada pelo Niall, o Liam, o Louis e pelo Zain. Com o tempo Louis começou a sumir da casa delas, trocando-as por algumas amizades erradas. Ele sempre estava em festas, em algumas até a policia aparecia. Se afundar na fara foi o jeito que ele achou pra superar a traição, mas isso estava prejudicando ele que estava faltando aula atras de aula, perdendo matéria e se dando muito mal nas provas, mas muito mal mesmo a ponto de correr um certo risco de perder o período. Quando Victoria soube disso, procurou saber se tinha algum trabalho que ajudaria Louis a se recuperar e subir as suas medias, ai ela descobriu que tinha um trabalho de língua estrangeira que ajudaria ele e poderia ser qualquer língua, o trabalho perfeito já que ela falava Italiano e Português. No mesmo instante ela foi pra republica mesmo chovendo muito.

        
          Ela chegou na republica e já chegou mandando: ele estava dormindo com ressaca da farra da noite anterior, ela o acordou, depois Victoria começou a arrumar os livros que estavam caindo da estante, pegou algumas folhas de papel e começou a escrever algumas coisas simples em Italiano, como"Ciao", "Ragazzo", "Giorno", "Notte" e "Ti amo" e deu pra ele ler e vê se ele sabia o significado de algum.

Louis: O que é que você tá fazendo aqui?
Victoria: Eu vim te ajudar. Agora veja se você entende alguma coisa - ela puxa uma cadeira, coloca na frente dele e se senta.
Louis: Eu não consigo entender nada e a minha cabeça esta estourando - bota a mão na cabeça e faz cara de dor.
Victoria: Vá tomar banho pra ver se melhora. - ela dá espaço pra ele se levanta e ir pro banheiro.

~20 minutos depois~

Victoria: Melhorou? - e entrega de novo o papel - toma!
Louis: Aham! Pra quê é isso?
Victoria: Pra te ajudar a recuperar media.
Louis: Mas eu não estou entendendo nada do que esta escrito aqui e eu não preciso de ajuda - senta na cama
Victoria: Precisa sim e você já sabe aonde estar o seu livro de língua estrangeira
Louis: Sei!
Victoria: Aonde?
Louis: Em cima da aparadeira!
Victoria: Ache! - ele se levanta e vai procurar o livro, Victoria se levanta e tenta ajudar.


Victoria: Você não percebeu que eu quero te ajudar? - sinal de que não gostou do tapa na mão
Louis: Eu não sei pra quê, se eu precisasse de ajuda eu pedia. 
Victoria: Você quer dizer que não precisa de ajuda? Por um acaso você viu o seu boletim?
Louis: Já, e eu não vejo pra quê você invadir o meu quarto.
Victoria: Devia ver de novo porque não tem uma nota azul.
Louis: Eu já disse que eu vi e posso melhorar ele sozinho
Victoria: Sera que pode mesmo?
Louis: Posso sim e você não sabe o quanto eu estou odiando quando alguem entra na minha vida.
Victoria: Eu só quero te ajudar, aqueles seus amiguinhos só estão te levando pro lado ruim da vida
Louis: Se eu estou feliz esse não é o lado ruim de vida
Victoria: Entenda, essa sua felicidade é passageira e quando for embora vai deixar um estrago.
Louis: Eu sei, mas pior é o amor. Ele é uma felicidade as pessoas pensam que vai ser pra sempre, mas ai alguma coisa acontece e se descobre que não é e fica um buraco do mesmo jeito.
Victoria: Eu pensava que a Vodka ao menos tivesse feito você esquecer ela.
Louis: Mas fez e me fez perceber que pensando melhor tem tanta gente melhor e que só de ficar pensando nela já é melhor do que todas as namoradas da minha vida toda.
Victoria: Se apaixonou de novo - olhou no olho dele - Se você não precisa da minha ajuda eu vou indo, o melhor que eu tenho a fazer é te deixar com os seus devaneios.
Louis: Mas tá chovendo muito!
Victoria: Eu estou com guarda-chuva!
Louis: Mas não é suficiente
Victoria: É sim!
Louis: Como você é teimosa!!!!
Victoria: O que? - com aquela cara 
Louis: Você é teimosa TEIMOSA!!!
Victoria: E você é um relaxado que não quer nada da vida! - desce as escadas as presas pra chegar na rua.
Louis: Eu só estou curtindo a vida do jeito que eu acho melhor e você é uma medrosa que não quer ouvir a verdade, mas querendo ou não você vai!
          Nessa hora ela entra em um táxi e em seguida Louis para outro e vai atrás dela até em casa, quando chegam lá os dois descem e a briga continua debaixo de chuva.

Victoria: Porque é que você veio atras de mim? Você não quis a minha ajuda eu sai de lá.
Louis: Eu vim pelo mesmo jeito que você foi atras de mim.
Victoria: Você vai me ajudar em que?
Louis: Você tem que aprender que não se deixa os outros falando sozinha sua mimada.
Victoria: Se eu sou mimada, você é relaxado, um besta que fica chorando por causa de uma que te traiu e fez você achar que ia ser pai.
Louis: Você acha que é fácil.
Victoria: Acho mesmo e também te acho fofo ao mesmo tempo porque fica sonhando com uma garota.
Louis: E eu te acho escandalosa e linda quando você começa a mandar em tudo.
Victoria: EU NÃO SOU ESCAND...


          Nessa hora para um táxi e descem duas pessoas, que ficam olhando o beijo e uma diz: "Ai que fofinho *.*!" e Victoria percebe que tinha algum olhando e pra pra falar.

Victoria: Tem gente olhando!
Louis: Eles não sabem sobre nos!
Victoria: Mas estão entrando dentro da minha casa, então eles sabem.
Louis: Então você tem que atender a visita.


...

sábado, 1 de dezembro de 2012

Truly, Madly, Deeply - 4º Capitulo

          Rebeca e Ingrid, chegaram com uma semana antes das aulas começarem então não precisaram aquela correria pra escolher as matérias. Pra elas foi uma semana só arrumando a casa, mas Victoria estava preocupada com Louis. Ela soube que ele não saiu da republica durante as férias e foi lá pra conversar com ele e anima-lo.
         Quando ela chegou no quarto dele, viu tudo bagunçado, o radio ligado, mas sem sincronizar, ele esparramado na cama e sem coragem nem de ver quem estava entrando até que Victoria senta na cama e começa a falar.

Victoria: Louis!? Eu trouxe um presentinho italiano pra você.
Louis: Pra que?
Victoria: Pra você se animar!
Louis: É o que?
Victoria: Tiramisu, sendo que esse é receita de familia.
Louis: Eu nunca provei - se senta e Victoria coloca uma colherada na boca dele
Victoria: Tá bom?
Louis: Delicia. Quero mais - e Victoria serve outra colherada na boca dele.
Victoria: Eu fiquei sabendo que você não aproveitou nadinha das férias. Por que?
Louis: Sei lá, eu fiquei sem vontade.
Victoria: Você pelo menos fez a matricula?
Louis: Não.
Victoria: O que??? - espantada
Louis: Relaxa a minha mãe fez isso.
Victoria: E as matéria, já escolheu? Cadê os livros?
Louis: Não, e os livros estão na casa dos meus pais.
Victoria: Seus livros estão em Doncaster, estamos em Oxford à apenas uma semana do inicio das aulas!?
Louis: E eu vou ter que ir lá.
Victoria: Vai não, eles vão chegar pelo correio e trate de se arrumar, porque nos vamos para o campus escolher as suas matérias enquanto a zeladora vai arrumar esse quarto que esta um chiqueiro. - fala isso enquanto procura a agenda telefônica pra ligar para a mãe dele.
Louis: E se eu não quiser?
Victoria: Não é questão de querer ou não. Esse é o jeito, quem manda deixar pra fazer tudo na ultima hora? - já procurando o nome na agenda, enquanto Louis fica olhando ela de chefona - Tá olhando o que? Vai anda logo!

          Em meia hora ele já estava pronto e indo pra universidade. Era o 1º dia para escolher as matérias e eles encontraram muita gente que eles conheceram ano passado, alguns até pensaram que os dois estivessem namorando. Quando eles já estavam saindo do campus Victoria viu Niall, Rebeca e Ingrid chegando e aproveitou pra apresentar as primas para o amigo.

Niall: Já estão voltando?
Victoria: Já, eu consegui arrasta-lo pra cá mais cedo do que eu imaginava.
Niall: Ainda tem vaga para segurança no trabalho?
Victoria: Tem, provavelmente até agora só tinha eu escrita.
Niall: Ótimo!
Victoria: Eu já ia me esquecendo. Meninas esse daqui é o Louis, e Louis essas daqui são Ingrid e Rebeca, as minhas primas.
Louis: Tudo bom? Chegaram quando?
Ingrid: Ontem a noite.
Louis: Estão gostando da Inglaterra?
Rebeca: A gente ainda não pode conhecer muito.
Louis: Mas eu tenho certeza que vão adorar.
Victoria: Com certeza. Vão escolher as matérias que eu vou esperar aqui fora.
Ingrid e Rebeca: Tá certo.

          Elas então e Victoria se senta em um banco do outro lado da rua e Louis decide esperar com ela e fica conversando. Quando os três voltam, decidem que todos vão para a casa das meninas comer uma pizza. Assim eles fazem, mas decidem assistir um filme e Niall e Louis acabam dormindo no sofá da sala.
          A semana antes das aulas se resumiu em pizza, filmes, preparativos pra a universidade e andar de bicicleta pelo parque. Até que o 1º dia de aula chega e as três se preparam para arrasar.


          Como dá pra perceber o estilo da Rebeca é bem Rocker e isso as vezes incomoda os recalcados, mas desde bem cedo ela aprendeu a se defender dos outros e com tanta frequência que as vezes sobrava para o que não tinham nada a ver. Ou seja, as vezes, ela causava problemas e ia parar na detenção. 
          Nesse ano em Oxford estavam começando a fazer um projeto que recrutava alunos pra ajudar em algumas coisas da universidade, como a detenção, eles queriam até novatos que era o caso do menino lindo que ficava de vez em quando na sala de detenção, mas a maior parte do tempo ele só mexia no celular.

          Um dia Rebeca tomou coragem e começou a puxar conversa e descobriu parte da vida dele. O nome dele é Liam Payne, de Wolverhampton, tinha duas irmãs mais velhas e 18 anos, fazia faculdade de Educação Física, tentou fazer careira como cantor quando tinha 14 anos, mas o jurado pediu para ele voltar com 16, não teve coragem de ariscar de novo e lá estava o menino de olhos castanhos, sorriso de criança e com um sinal no pescoço que dava um charme. De tanto se verem lá, viraram amigos.
...

Truly, Madly, Deeply - 3º Capitulo

          No dia seguinte, manhã de domingo, Victoria acorda cedo, antes mesmo do sol terminar de nascer, mas ficou deitada até perceber que auguem já estivesse acordado, mas o sinal que ela teve, digamos... não foi o que ela esperava, certos rangidos e barulhos "estranhos" e na hora mais errada possível deu vontade de ir ao banheiro. Mas parece que de madrugada, quanto menos a gente quer fazer barulho mais faz. Quando ela se levanta, anda cuidadosamente até a porta, mas como ainda estava meio escuro ela não vê um móvel no meio do quarto e esmaga o dedinho do pé e arrasta o móvel de lugar, fazendo barulho, sem poder gritar ela se controla.


          Quando a dor passa ela percebe que os barulhos cessaram, então ela para no canto e espera pra ver se os rangidos voltam, com menos de um minuto eles estavam de volta. Ela saiu para o corredor e conforme ela vai andando e se aproximando do quarto do Louis os barulhos aumentavam, então ela achou melhor andar do outro lado do corredor, foi até o banheiro e voltou pro quarto, onde esperou até amanhecer e o café da manhã ser servido.
           De 07:00 Victoria desce as escadas de pijama mesmo e morrendo de frio no outono Britânico.


            Ainda não tinha ninguém na messa quando ela chegou, então ela pode pegar a cadeira mais perto da cozinha para pegar o calorzinho do fogão. Com cara de sono e já no seu 3º bocejo ela vê o Louis descendo as escadas e logo em seguida uma morena, magra e bem feita logo os seus pensamentos são esclarecidos: Aquela era a Eleanor e que aqueles "barulhos estranhos" tinham participação dela. O Louis apresenta para Eleanor a Victoria. Todos na messas percebem o ciumes e a antipatia dela, o garoto do quarto ao lado do da Victoria, chamado Carlos, até tira onda com o Louis dizendo: "Mas já?" 
           No domingo ela não fez muitas coisas, só se preparou para o 1º dia de aula. Já no dia seguinte foi bem agitado e o dia começou cedo, já mais acostumada com o horário de verão ela se acordou um pouco mais tarde, já na hora do café da manhã e foi pra faculdade. Como já era o esperado ela encontrou com Niall em todas as aulas e conversando com ele, ela descobriu que ele era adiantado dois anos e só tinha 16. Ao longo do ano eles viraram BFF.
          Durante o 1º ano na Inglaterra, Louis ficou amigo de Victoria, porém, ao mesmo tempo que a amizade deles evoluía, alguma coisa, secretamente, alimentava uma paixão platônica, que até Victoria desconhecia, só foi descobrir quando uma bomba estourou: A Eleanor estava gravida, e por causa disso Louis pediu a mão dela em casamento! Isso doeu na Victoria, de um jeito que ela não poderia imaginar.
          Essa noticia veio quando Victoria já estava à mais de 3 messes na faculdade, mas ainda estava na republica, porque já estava enturmada com os outros estudantes e pra não ficar sozinha, mas no mesmo mês que descobriram a gravidez ela não mais se sentiu mais confortável morando na mesma casa que o Louis morava e se mudou para um flete de 3 quartos, caro e bem mais distante do Campus, mas foi o primeiro que ela achou pra sair da republica. Em compensação a nova moradia era mais perto da republica do Niall e sempre que o pranto subia ele estava lá pra consola-la.


          Eu disse que a Eleanor estava gravida, mas não disse de quem. Certo? Pois então, o Louis, coitado, foi para todos os exames junto com ela. Ele fez todas as obrigações do papai presente, mas perto da 36º semana (8 messes) um louco começa a seguir Eleanor, até que um dia Louis pega o carinha e Eleanor em uma conversa nada calma na rua da republica, e vai defender a noiva:

Louis: O que esta acontecendo aqui? - ficando de frente com o cara ele percebe que estava falando com o capitão do time de basquete da Universidade, Tom Dayles.
Tom: Ah, então é você o noivo da Eleanor?
Louis: Sou sim. E por que você estava falando daquele jeito com ele?
Eleanor: Porque ele é um louco e os Anabolizantes devem estar afetando ele
Tom: Não são os Anabolizantes, até porque eu não tomo isso. E eu tenho uma coisa pra falar pra você: Esse filho que ela esta esperando, não é seu, ele é meu!
Louis: Isso é verdade Eleanor? - olhando pra ela e querendo uma resposta
Eleanor: É claro que não! 
Tom: Você vai acreditar nessa biscate... - interrompido 
Eleanor: Olha lá como você fala de mim!
Louis: DEIXE ELE FALAR!!! - gritando e calando ela
Tom: Como eu estava falando: Ela é uma biscate e não presta. Depois do jogo, eu não sei como, ela entrou no vestiário com Vodka e me seduziu. E isso faz exatamente 8 messes e eu quero um exame de DNA, porque se o filho é meu eu quero cuidar, foi assim que o meu pai me ensinou!
Eleanor: AAAAAAAAAAAAAAAAAII!!! - gritando e chamando a atenção dos dois - AAAII AAAII tá DOENDO
Louis: Sera que é a bolsa? 
Tom: Mas não tá no tempo!!
Eleanor: Mas tá doendo muito AAAAAAAII!!!

          Na mesma hora Tom para um táxi e os três entram e partem para o hospital, sem levar uma roupa para o bebê. E Louis teve a ideia de ligar para Victoria e pedir par ela levar a bolsa do bebê para o hospital.

~le telefone tocando~
xxx: Aló!
Louis: Aló, quem é que tá falando? - estranhou a voz de homem
xxx: Niall, e você deve ser o Louis!
Louis: Sou... sim... mas como você sabe o meu nome? - desconfiado
Niall: Sabendo! Vou passar pra ela. - passa o telefone
Victoria: Aló! - ela se anima porque era o Louis que estava ligando
Louis: Victoria, eu vou precisar muito da sua ajuda. Parece que a bolsa da Eleanor estourou e nos estamos indo para o hospital e não deu tempo de pegar a bolsa do bebê no meu quarto, sera que você pode ir lá na republica pegar pra mim? 
Victoria: Mas já? Mas não era para daqui a um mês? - sem entender
Louis: Era, mas... eu não sei, vá pro hospital que eu te conto a história toda. E eu acho melhor você pedir ajuda desse seu amigo que esta ai, porque a bolsa é pesada. 
Victoria: Tá certo, eu já estou indo, me ligue quando nascer.
Louis: Tá certo - eles não puderam se despedir porque Eleanor teve uma contração e gritou antes que eles pudessem.

          Victoria chamou Niall par ir com ela e como já era quase verão e eles não tinham carro, foram de correndo de bicicleta, sorte que o hospital e a republica não eram tão longe.


         Quando eles chegaram no hospital, Eleanor já tinha entrado para a sala de parto. O medico explicou que bebê veio antes um pouco do tempo porque ela se esforçou, ou teve uma grande emoção (opção 2). Assim que o bebê nasceu fizeram um teste de DNA e contataram que o filho era de Tom, mas quem escolheu o nome do menino foi Louis que o batizou de Nicolas. Depois, Louis fez questão de apagar Eleanor da vida dele, mas ficou as férias de verão toda dentro do quarto. Victoria tentou leva-lo pra Itália e distrair. Niall também não pode ir porque também estava com saudades de casa e foi pra Irlanda.
         Victoria foi sozinha pra Itália e voltou com duas primas, Rebeca e Ingrid, pra fazer faculdade, uma de Musica e a outra de Fotografia.
...

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Truly, Madly, Deeply - 2º Capitulo

         Quando ela chegou, a primeira coisa que fez foi correr para a republica onde tinha alugado um quarto até ela se instalar, até que ela achasse um flete que caiba ela e futuramente as primas e que não seja muito caro, porque ela só recebia dinheiro dos tios uma vez por mês, tudo bem que a quantidade era boa.
         Assim que chegou na casa, já tinha uma mulher esperando ela na porta e com a chave do quarto na mão pra ensinar o caminho, subindo o escada, ultimo quarto a direita. No corredor ela esbarrou em um menino que estava se atrapalhando pra arrastar a mala para um quarto.

Victoria: Quer ajuda?
Menino: Quero sim! Sera que você pode pegar essa mala aqui? - puxa o braço tentando arrastar uma mala que estava com a alça toda enrolada no braço dele
Victoria: Tá certo - quando ela consegue desenrolar, a pulseira dele poca e cai no chão
Menino: Ai, não! Depois você pode pegar pra mim?
Victoria: Claro! - ela entra no quarto com a mala e põe em cima de uma cama, depois se abaixa e pega a pulseira - Eleanor? Sua mãe? - diz lendo o que estava escrito na pulseira
Menino: Não minha namorada! E ela não vai gostar de ver isso quebrado? Mas, obrigado por me ajudar. Qual o seu nome?
Victoria: Victoria, Victoria Gerevini.
Menino: Gerevini, nome bonito! Você é de onde?
Victoria: Italia, mais precisamente Florença a capital da Toscana.
Menino: Então é você a italiana que ia chegar? Eu que estava no seu quarto
Victoria: Você teve que sair as pressas?
Menino: Não, me avisaram umas duas semanas atras, mas eu sou meio relaxado.
Victoria: Haha, jura? Mas qual é o seu nome?
Menino: Louis Tomlinson, calouro no curso de Letras da Universidade de Oxford - fazendo cara de serio pra tirar onda
Victoria: Então vamos nos encontrar na faculdade
Louis: Você também vai fazer letras???
Victoria: Não vou fazer Engenharia Civil, mas vai ser lá também.
Louis: Ai que pena! :( Você já foi escolher as matérias?
Victoria: E tem isso???? - assustada
Louis: Tem sim, e daqui a pouco encerra!
Victoria: Ai meu Deus!!!

          Ela sai correndo deixar as malas no quarto, joga no chão mesmo e nem tem tempo de olhar o quarto e corre pra universidade que é muito grande e parece um castelo saído dos livros de história, e o deslumbramento faz ela fica perdida e desperdiça 10 minutos só correndo pelos prédios.


          Quando ela acha o lugar pra escolher as matérias só faltavam 5 minutos para o fechamento, sorte que ela encontra outro aluno de Engenharia Civil já com as matérias escolhidas e copia todas.

Victoria: Oi, qual curso? 
Garoto: Engenharia Civil
Victoria: Ótimo! escolheu as matérias? Ainda tem vaga em todas?
Garoto: Já, e eu acho que ainda tem?
Victoria: Me dá - toma a lista da mão do garoto e copia tudo na lista dela
Garoto: Você não deveria escolher?
Victoria: Deveria, mas não tenho tempo - assina o papel e puxa ele pelo braço arrastando até a mulher que estava recebendo os papeis e entrega os dois
Garoto: Você deveria ter chegando mais cedo!
Victoria: Olha essa é a segunda vez que eu piso na Inglaterra, a primeira foi quando eu vim fazer a prova para entrar na Universidade. Eu cheguei da Itália não faz uma hora.
Garoto: Tá certo me desculpe. Eu também não sou daqui, eu sou irlandês. Niall Horan, e você vai ter que me aguentar o ano todo e em todas as aulas. - ele estende o braço para um aperto de mão 
Victoria: Pois é. Meu nome é Victoria Gerevini! - ela aperta a mão dele
Niall: Quer que eu te acompanhe até a sua casa?
Victoria: Não eu estou morando bem aqui perto!
Niall: Sortuda! Eu morro em outro bairro. Tem certeza que não vai querer que eu te leve? 
Victoria: Tenho!
Niall: Então tá certo. Até Segunda-feira!
Victoria: Até!

          Ela voltou para a republica, quando ela chegou no quarto, uma funcionaria estava limpando a bagunça que o Louis tinha deixado e ela não tinha percebido na pressa. O quarto era lindo, todo decorado com coisas da Inglaterra.


         Mas tinha duas camas e ela pensou que iria vim outra pessoa dividir o quarto com ela, mas a funcionaria explicou que o pai dela tinha alugado o quarto só pra ela. Então pra deixar a cama mais espaçosa ela tirou a mesinha que servia como criado mudo e juntou as duas camas e logo ficou com uma cama de casal como era acostumada na Itália. 
        Arrumou as suas roupas no armário e se deitou um pouco pra descansar, mas como estava cansada da viajem pegou num sono e só se acordou de madrugada com batidas na porta.

Victoria: Quem é?
Louis: Sou eu, é que eu esqueci uma coisa ai!
Victoria: Eu quem?
Louis: Eu! O Tommo!
Victoria: Tommo, Tommo... Ah tá, é a abreviação de Tomlinson! - só agora abre a porta
Louis: Já estava dormindo?
Victoria: Já! Que horas são?
Louis: 01:00a.m. Você deve estar cansada por causa do fuso horário
Victoria: E por causa da viajem. Mas o que foi que você perdeu?
Louis: Uns livros, mas eu já achei - diz mexendo no bau com a bandeira da Inglaterra - desculpa por te perturbar a essa hora - tira uma pilha de no minimo 9 livros do bau
Victoria: Alguns livros ou todos os seus livros?
Louis: Bem, é... eu acho que são todos, mas parece que ainda tem outro lá no meu quarto!
Victoria: Haha tá certo. Boa Noite!
Louis: Boa Noite! - sai do quarto e Victoria fecha a porta

          Quando ele sai do quarto Victoria fica pensando "Nossa, eu tô bem servida com um vizinho desses, eih?" e faz uma dancinha de comemoração muito patética até chegar na cama.


...

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Truly, Madly, Deeply - 1º Capitulo

          Toscana, uma região na Itália central que é incrivelmente linda, cuja na capital, Florença, moravam uma família muito rica, a Gerevini. Na mesma rua moravam três irmãos, Vetor (o mais velho), Fillipo (o do meio) e Heitor (o caçula). Fillipo e Vetor casados com duas irmãs brasileiras, Vetor era casado com uma Portuguesa, que morreu no parto da filha mais nova, deixando Jamile e Rebeca órfãs de mãe.


          O mais velho era altamente severo com as suas filhas, Eduarda e Ingrid, e ficou ainda mais quando o filho mais velho, Pietro, foi assassinado misteriosamente no auge dos dezessete anos, um choque pra toda a família que o fez com que Fillipo mandasse a sua filha unica, Victoria, que era poucos messes mais nova que Pietro, fazer faculdade em outro país, bem longe. Ela tentou o vestibular para a Universidade de Oxford na Inglaterra e passou. Pouco antes da viajem, o seu pai e seus tios tiveram uma conversa seria com ela.

Vetor: Precisamos falar com você.
Heitor: E serio - olha cutucando a bochecha dele por dentro com a língua
Victoria: Mas não dá pra ficar seria com o Tio Heitor fazendo essa cara!
Fillipo: Por favor meu irmão, pare com essas brincadeiras!
Heitor: Calma, eu estou com um pedaço de carne do molho da Mama preso no dente.
Fillipo: Uhm... o molho da Mama!
Vetor: Sim vamos voltar ao assunto. E resolver logo isso!
Victoria: O que vocês querem me falar?
Heitor: Tem certos segredos da família Gerevini, que nos nuncas deixamos você e suas primas saberem, até porque existe uma idade certa que nos impormos, que é exatamente a sua. A alguns messes antes nos contamos pro Pietro - interrompeu
Vetor: E ele morreu! - começa a chorar


Victoria: Uh, então é serio! Me contem logo.
Fillipo: Bom, é... antes você tem que nos prometer que não vai contar pras suas primas, porque isso é tarefa nossa.
Victoria: Tá, agora me contem logo
Fillipo: Conta você Heitor, eu contei da ultima vez!
Heitor: Tá certo. O segredo da família Gerevine é que... a Mama bota um pouco de pimenta de cheiro na almondega do molho
Victoria: Ahm!? Jura, é isso que ela coloca? O segredo mortal era esse?
Vetor: não, Não, NÃO! Honrem os mafiosos que são!! - bravo 
Victoria: O que? Não, não é possível? Gerevine é uma Máfia! Só são você os mafiosos?
Fillipo: Não, todos os homens da família acima de 18 anos e alguns agregados, esses não são obrigados, mas estão na máfia Gerevini.
Heitor: Mas as mulheres não entram, foi uma regra imposta pelo nosso Nono.
Victoria: Mas o que é que tem a ver a morte do Pietro com a máfia? Ele não estava em conflito nem nada.
Vetor: Capangas da Castanhgeto, executaram ele por encomenda, pra lembrar de uma divida que nos temos com eles.
Victoria: Que divida é essa? É por isso que estão me mandando pra Inglaterra?
Fillipo: Também, e vamos mandar as suas primas pra morar com você lá, por esses 2 anos.
Heitor: Vocês vão ficar bem mais protegidas lá e você não pode contar pra ninguém que sua família é mafiosa.
Victoria: Mas que segredo é esse, que só pra lembrar eles mataram o meu primo?
Vetor: Você vai saber, mas não agora! Pode sair.

          Ela sai da sala muito assustada, e fica assim até o dia seguinte, quando chega a hora de se despedir. No aeroporto estavam as suas primas Jamile e Eduarda, que eram as mais novas com 16 anos recém completados, Rebeca e Ingrid que já tinham 17 anos, seus tios, esposa de Vetor e seus país, sua mãe, Ana, chorava e Amelia, mulher de Vetor e irmã dela consolava. E Victoria entrou dentro do avião direto para o aeroporto de Oxford-Inglaterra.


...

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Proxima fic

Como vocês viram, a fic não foi muito grande, porque fics muito compridas me irritam. A próxima fic vai ser bem diferente desde o começo, a primeira diferença é que nessa história o One Direction não existe, e só começa existir no final de um jeito totalmente diferente.
O nome da nova fic vai ser "Truly, Madly, Deeply" e me digam o que acharam da antiga.

...

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Change The Life - 17º Capitulo


Passados 3 meses da descoberta do verdadeiro pai de Joe, Zayn e Lary continuaram juntos, mas isso não quer dizer que ela esqueceu o Liam. Até que um dia Zayn chama Lary para conversar.

Zayn: Você me ama? se você amar o Liam não precisa ficar comigo só para não me ver triste, Pois eu te amo tanto que quero te ver feliz mesmo que seja nos braços de outro homem.

Naquele momento Lary percebe que é completamente apaixonada pelo Liam, ela toma coragem e diz:
Lary: Zayn eu te amo mas infelizmente eu não te amo do mesmo jeito que eu amo o Liam, pois quando eu o vejo sinto um friozinho na barriga e uma imensa vontade de ficar ao lado dele por todas as horas da minha vida.
Zayn: Vai atraz do seu amor, eu não vou ficar triste, seja feliz ao lado do homem que você ama.
Lary: Então nois terminamos?
Zayn: Sim, quero que você seja feliz o quanto antes.

E Zayn começa a cantar: ''Por que você foi minha pelo verão,
                                             agora sabemos que está perto do fim,
                                             sente-se como neve em setembro,
                                             mas eu sempre vou lembrar,
                                             você era meu amor de verão.''

Lary começa a chorar por não o amar
Zayn: Lary por favor para de chorar simples mente não era pra ser, nois podemos até ter nos apaixonado lá na tribo, mas nossa história acabou quando o Liam saiu do coma.
Lary: Zayn eu posso não te amar com um homem deve ser amado mas eu te amo muito e eu quero te ver feliz.

Eles dão um abraço e ficam se abraçando por um tempão, até que Zayn decide ir embora.


Um dia depois de Zayn e Lary terem terminado, Lary vai até a casa de Liam para terem uma conversa.

Liam: Lala como você tá? está tudo bem com você e com o Zayn? (ele nem ninguém sabia que Lary e o Zayn haviam terminado)
Lary: Eu e Zayn terminamos ontem - Liam internamente vibra com a noticia.
Liam: E como você tá?
Lary: Eu estou bem, foi um termino amigável, agora Zayn é um bom amigo.

A conversa acaba e eles continuam apenas amigos.

Os dias vão se passando e Liam não consegui mais esconder esse imenso amor que grita em seu peito, e decide tomara iniciativa, mas antes ele tinha que falar com Zayn pra saber se não teria problema dele voltar com a Lary.

Liam: Zayn você ainda ama a Lary?
Zayn: Sim, e eu nunca deixarei de amar.
Liam: Mas - INTERROMPIDO
Zayn: Mas eu sei que você a ama e que ela sente o mesmo por você.
Liam: O que? Como assim ela sente o mesmo por mim?
Zayn: Liam larga de ser besta a Lary te ama mais do que tudo na vida, e por mim vocês tem que ficar juntos.
Liam: Você deixaria eu voltar pra ela?
Zayn: É claro tudo que eu mais quero na vida é ver a Lary feliz.
Liam: Eu quero pedir a Lary de novo em namoro.
Zayn: posso te ajudar?
Liam: É claro.

A conversa termina e Liam volta para a sua casa, chegando em casa Liam começa a pensar como vai ser esse pedido de namoro que ele vai fazer pra Lary. Liam pensou em chegar der repente na casa dela e lhe dar um belo de um BEIJO, mas não tinha que ser algo inusitado, algo que super romântico e que ninguém nunca tenha feito, ele pensou, pensou e achou algo simples mente perfeito para a Lala.

Liam vai até a casa do Harry (onde a lala morava), Laryssa é quem abre a porta, Liam pede pra conversar a sois com Lala, eles vão até o quarto da lary.

Lary: O que é Liam?
Liam: Não dar pra eu falar agora preciso fazer xixi.
Lary: Então vai logo garoto
Liam: Pera ai
Lary: Tá vai logo homi

Na verdade Liam não queria fazer xixi, aquilo era só uma desculpa para ele sair do quarto. uns 3 minutos depois Lary começa a ouvir a porta do quarto batendo e vai lá abrir, quando ela abre não havia ninguém tinha apenas um bilhete que tinha escrito: vá até a sala de tv, ela foi lá   ela se depara com o senhor Gru na super tv da sala do Harry, der repente o senho Gru começa a falar com a Lary


Mas quem estava falando na verdade não era o Senhor Gru e sim o Liam, Liam quer dizer o Senhor Gru começa ase declarar pra Lary.

Senhor Gru(Liam): Lala eu sei que errei com você, mas eu quero te dizer que eu te amo mais do que tudo na minha vida, você é meu ar, meu chão, você é o meu tudo e sem você eu não sou nada
Derre pente Liam sai detrais da tv e fala:
Liam: Lala por favor volta pra mim, eu te amo.
Lary: Liam o que você acha que eu devo fazer?
Liam: O que você acha melhor pra você?
Lary: Passar o resto da minha vida com o homem que eu amo, sempre amei, e sempre vou amar.

Nesse momento Liam chega mais perto de Lary, e fala:
Liam: Eu te amo, mais do que tudo.
Lary: Eu também me amo, mas eu consigo te amar mais do que eu amo a mim mesma.


E DEPOIS É CLARO E BASTANTE OBVIO QUE ELES SE BEIJARAM, MAS NÃO FOI SÓ UM BEIJO FOI O BEIJO, ESSE BEIJO QUE É O FINAL DE TODO O SOFRIMENTO QUE TODOS PASSARAM AO LONGO DESSES MAIS DE DOIS ANOS DE DOR, E A PARTIR DAÍ TODOS SERIAM FELIZES.

image


FIM!!!

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Change the life - 16º capitulo

          A cada dia que se passava Laryssa tinha a noção de que as coisas estavam totalmente mudadas, que com o Liam o amor dela por ele tinha nascido e o dela pelo Zayn tinha diminuído, mas quando ela pensava na cachoeira e no tempo que passaram na tribo, a confusão continuava até o dia do resultado de exame.
          Totalmente nervosos, todos esperavam com os nervos a flor da pele o resultado. Parecia que a sala era pequena demais para todos, Liam brincava com Joe e Zayn só observava Laryssa que estava achando lindo ver a brincadeira dos dois. Quando um enfermeiro entra na sala, todos se calam e começam a prestar atenção nele.

Enfermeiro: Eu estou aqui com o exame DNA, que talvez vai mudar a vida de vocês. Então é melhor eu não enrolar muito e pra revelar logo o resultado. O pai do Joe é um de vocês que esta aqui!
Louis: Deixa de me dar susto eu já sei que o pai dele esta aqui, continua!!!!! - já se irritando
Enfermeiro: Tá certo eu só queria descontrair!
Louis: Mas não conseguiu, diga logo quem é o pai da criança.

          Liam pega o Joe no colo e se levanta logo em seguida Zayn também q ficam frente a frente com o enfermeiro, encarando.

Enfermeiro: Tá ok, o pai de Joseph Evans Smith é Zain Jawaad Malik
Zayn: Como??´- I can't belive
Enfermeiro: Você é Zain Jawaad Malik?
Zayn: Sou, mas... como?
Helena: Não me diga que não se lembra, logo no primeiro dia no paraíso tropical.
Enfermeiro: O resultado deu 99,9% então...

         Nessa hora Zayn olha com pra Laryssa, meio que desesperado e ela sai correndo abraçar ele que estava se segurando para não chorar, talvez não pelo choque de ser pai de um garotinho de dois anos já, porque ele estava ciente do que poderia vim, mas talvez pelo desespero e o medo de perder a pessoa que ele mais cuidou nos últimos anos.


          Ainda abraçados e com todos olhando pra eles, inclusive o Liam, Zayn sussurra no ouvido dela.

Zayn: Porfavor, não me deixa agora.
Laryssa: Não se preocupe eu vou te ajudar com o Joe.
Zayn: Não, não é pra isso, eu quero que você fique comigo, pra cuidar de mim.
Laryssa: Eu fico - ela se cala e deixa uma lagrima escorrer pelo rosto, até o queixo e lá se enxuga na camisa do Zayn.

           Ainda em pé e com Joe nos braços Liam começa a se aproximar, Zayn vê, se separa da Lary, mas deixa ela ao seu lado e estende os braços pra pegar o bebê, já com ele nos braços começa a conversar.

Zayn: E ai Joe. Vamos pra casa do pai?
Joe: Mas e a mamãe?
Helena: A mamãe também vai filhinho - chega a falsa se intrometendo na conversa
Louis: É o caralho! Eu disse que você não vai ficar e nem levar nada - irritado
Helena: Você vai separar mãe e filho? - sínica
Louis: Não, você pode visitar o seu filho quando quiser, mas não vai ficar!
Helena: E aonde eu vou morar?
Zayn: Aonde você morou durante esses dois anos.
Helena: Então é assim que você trata a mãe do seu filho? - querendo ficar por cima
Liam: É sim, é como você merece ser tratada.
Helena: E quem vai cuidar do Joe como uma mãe cuida?
Niall: Não importa, pra quem tinha dois pais, não vai faltar carinho.
Laryssa: E eu estou aqui pra o que der e vinher!
Zayn, Niall, Louis, Liam e Harry: Esta???
Harry: Mas você não pode largar os seus estudos!
Laryssa: E nem o Zayn vai largar a carreira!
Helena: E você não esta tendo um caso com o Liam?
Zayn: Isso não vem ao caso. Agora eu só quero que você dê tchau pro Joe e vá embora e não se preocupe eu vou te ajudar.
Louis: Vai??? - sem entender
Zayn: Vou sim, quanto menos problemas melhor!

          Então Neli vai embora e nem faz questão de se despedir do filho, os outros ficam discutindo e no meio da conversa Liam puxa o Zayn pro o canto só para uma em particular.

Liam: É... eu já estava acostumado com a ideia de ser pai do Joe, mas como eu não sou eu quero que você saiba que eu quero te ajudar se você não der conta dessas coisas de mamadeira, escola, arrumar a bagunça, medico e o resto é blá blá blá.
Zayn: Muito obrigado, mas eu vou tentar dar conta sozinho, mas eu estou achando meio difícil então a sua ajuda é mais que bem vinda.
Liam: Eu sabia, não se esqueça que você tem mais 3 marmanjos ao seu dispor!
Zayn: Haha eu sei! Mas eu queria te perguntar uma coisa: Você e a Laryssa voltaram
Liam: Não que eu saiba, eu bem que queria. Por que?
Zayn: Eu realmente acreditei que vocês tinham voltado e se tivessem eu não queria ser um problema.
Liam: Não ela blefo e você caiu certinho.
Zayn: Eu sou muito otário mesmo haha!!

...

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Change the life - 15º Capitulo

          Pra começar a contar a história, Laryssa gaguejou bastante, porque ela sempre fica nervosa quando lembra dessa história.

Laryssa: Porque você quer que eu conte essa história de novo?
Liam: Porque eu quero saber dos detalhes.
Laryssa: Então tá certo... eh... bom... você se lembra que me deu o anel de compromisso, certo?
Liam: Sim, e que também nos estávamos muito felizes!
Laryssa: Você teve alguma coisa com a Helena? Pode me falar, porque se o Joe for seu filho eu vou ter que aceitar!
Liam: Vai ter? Porque você vai ter que aceitar o meu filho?
Laryssa: Porque... ele é seu filho ora! - tentando achar uma resposta rápida - Mas então você teve alguma coisa com a Helena?
Liam: Não, eu não tive nada, mas como você diz que aconteceu, eu quero ver se sabendo dos detalhes eu vou me lembrar de alguma coisa!
Laryssa: Então... você me deu o anel de compromisso na frente do Harry.
Liam: É eu me lembro, depois ele me chamou pra conversar e perguntar qual eram as minhas intenções.
Laryssa: Jura? Mas continuando: Nos fazíamos muitos programas a casais, eu e você, e o Zayn com a Neli... - interrompida
Liam: Por um acaso nesse tempo você gostava do Zayn?
Laryssa: Não, eu não tinha nada com o Zayn, eu comecei a gostar dele com a convivência na tribo... -interrompida
Liam: Você ainda gosta dele?
Laryssa: Pare de me interromper, você quer ou não que eu continue?
Liam: Vá cont... - interrompido
Laryssa: Mas eu não suspeitava de nada até que você chegou lá em casa com um exame de gravidez, sendo que eu não vi de quem era, só li o nome 'negativo', você disse que era da sua irmã e eu acreditei. Pouco menos de um mês você e a Helena organizaram uma viajem com todo mundo pro Brasil. Todos adoraram, a casa era perfeita, nos fomos para uma praia que também era perfeita, tudo estava maravilhoso até o 3º dia de viajem quando o Zayn foi me chamar no quarto, ele já estava com os olhos inchados de tanto chorar, pegou no meu braço e me levou até o quarto onde lá eu vi você e a Helena. No mesmo dia ela foi embora da casa, eu e o Zayn decidimos fugir pra dar um susto em você, sendo que ai você ficou depressivo e tentou se matar.

          Nessa hora eles já estavam chegando em casa quando apareceram vários paparazzis do nada, que assustaram e meio que atordoou Liam que ficou encandeado, sem ver nada ele terminou a viajem e estacionou o carro na frente de casa e passou correndo pelo jardim segurando Laryssa pelo braço e atravessando uma multidão de homens com suas câmeras que mais pareciam que mais pareciam emissores de raios

          A sala estava toda escura , Lary logo viu Victoria chorando no colo de Niall e ele tentando consola-la, os dois abraçados, assistindo o filme 'Sempre Ao Seu Lado' que estava no final. Em cima da mesa tinha um pote de sorvete que já estava com menos da metade, o que ela precisava, mas antes que pudesse ir até a cozinha pegar uma colher, Liam cai desacordado na sala.
          Quando ele acordou já estava no sofá, com Laryssa do lado dele aos prantos, com medo de que alguma coisa de errado esteja acontecendo:

Liam: O que foi, não chora Lala?
Laryssa: Eu que te pergunto: O que foi que aconteceu? Você estava passando mal?
Liam: Os flashes me deixaram atordoado e de repente o mundo girou... e eu cai. Para de chorar eu me lembrei
Laryssa: Se lembrou? - limpa as lagrimas e começa a prestar atenção.
Liam: Sim! - acenou a com a cabeça - Eu te trai com a Helena, por fraqueza, e eu não tenho como me explicar, eu só tenho que pedir desculpas - começa a chorar - eu não tenho nenhum argumento pra fazer você me perdoar e deixar eu voltar pra você, só que eu me arrependi de ter traído a sua confiança, quase ter acabado com a minha vida e ainda ter te entregado de bandeja pra outro. 
Laryssa: Eu entendo, mas para de chorar que nos vamos para o medico.
Liam: Se eu estiver com algo mais grave eu só quero que você saiba, que eu te amo e você nunca vai saber o quanto eu me arrependi de ter te magoado - com uma lagrima no queixo ele dá um abraço apertado nela, um beijo na testa e ficam de mãos dadas.


           Quando Liam se levanta que olha pro lado ver Niall e Victoria abraçados, ele acha lindo e olha pra Laryssa com aquele olhar, como se quisesse dizer 'eu queria que fosse a gente'.
...

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Change The Life - 14º Capitulo

           Até o resultado do exame sair foram 15 dias de muito suspense acompanhado de muita confusão na cabeça da Lary que estava em uma enorme indecisão, sem saber quem merecia o seu coração sem ter quem conversar, porque toda vez que ela falava com o Harry, parecia que ele dava mais um nó na cabeça dela e a Victoria, os conselhos dela não serviriam, digamos que ela estava tendo amizade um pouco que colorida com Niall, porque ele ficava meio abobalhado quando ela chegava, os olhos até brilhavam, a tática dele era tentar a aproximação, mas Victoria as vezes se fechava, tinha horas que até ficava envergonhada, ela preferia conhecer ele ainda mais ele e marcou um jantar com ele enquanto estava sobre o efeito hipinótico do olhar Horan, mas pede pra levar a Laryssa junto.


          Os dois faziam um casal lindo, então Laryssa decidiu dá um enpurãozinho e ajudar o Niall a conquistar a Victoria. Logicamente ela tinha percebido que ir para um jantar com eles só iria atrapalhar além de que só ia segurar vela, o jeito era dar um jeito de escapar do programa.

Laryssa: Eu não estou muito afim de ir nesse jantar! 
Victoria: Como é que é? - arregalando o olho quase desesperada - Não, você tem que ir!!!
Laryssa: Eu não vou ficar segurando vela!
Victoria: E quem disse que você vai segurar vela? Eu quero que você vá pra se distrair um pouco e parar de pensar no exame, no Liam, no Zayn...
Laryssa: Até parece que você reparou em mim.
Victoria: Reparei sim!
Laryssa: Eu não vou mesmo assim, porque eu quero que vocês dois dê certo.
Victoria: Mas eu não quero ir sozinha eu fico muito nervosa.
Laryssa: Com o que?
Victoria: Ai... eu não sei! Parece que o coração bate mais forte. - Abaixa a cabeça


Laryssa: Talvez você esteja gostando dele.
Victoria: Eu sei, mas eu não quero meter a cara sem ter certeza.
Laryssa: Se você esperar demais pode perder o trem...
Victoria: E se eu for sedo de mais o trem me atropela!
Laryssa: Eu não entendo como você consegue segurar um sentimento por tanto tempo!
Victoria: É simples, eu tive a melhor professora possível... a vida!
Laryssa: Ah deixe de drama que eu sei que você ainda não quebrou a cara com tudo por algum ero seu!
Victoria: É, mas é bonito e eu concordo.
Laryssa: Se é assim vai pro jantar e vê qual é a lição de hoje que a vida tem pra te dar.
Victoria: Já sei: não coloque os cotovelos em cima da mesa, é falta de educação e os garotos odeiam meninas indelicadas.
Laryssa: Haha... não, não mesmo isso a sua tia te ensina.
Victoria: Tá decidido eu não vou jantar sozinha com ele.
Laryssa: Porque não? E vocês não vão estar sozinhos, vai ter mais um monte de gente no restaurante...
Victoria: Eu tenho vergonha!
Laryssa: Vergonha de que? De comer? Então vai morrer de fome.
Victoria: Não... sei lá eu fico toda embaraçada quando ele fala comigo.
Laryssa: Eita menina chata, você vai sim e ponto final. - e sai puxando Victoria pelo braço até o quarto pra escolher a roupa - vergonhada você vai ficar se for mal vestida!

          Depois de mais de uma hora discutindo sobre que roupa ir ao jantar elas chegam a uma solução. 


          Pouco depoi das 20:00 a campainha toca e Laryssa dese as escadas como uma bala tanto que não vê um chinelo jogado no chão, pisa, escorrega e finalmente, leva uma queda cenográfica, que até o Niall ouve do lado de fora de casa e começa a achar que foi a Victoria e se desespera. Mesmo depois da queda, Laryssa se levanta e vai abrir a porta pro Niall, nisso o que era pra ser uma entrada maravilhosa da Victoria já virou correria, dela e do Liam, que estava em casa, pra socorrer a Lary

Liam: Como é que você esta Laryssa? Machucou?
Laryssa: Não, só a perna que tá doendo.
Niall: Será que quebrou? - O.o
Victoria: Não ela tá em pé!
Liam: Mas eu não vou arriscar - e de repente coloca Laryssa no colo e leva para o sofá - vou ligar pro Louis trazer a mãe dele aqui
Laryssa: Não tem pra que! - e se levanta - eu estou bem, só foi a pancada
Niall: É, ela parece bem! Vamos Victoria?
Liam: Vão pra onde?
Laryssa: Eles vão jantar! :)
Liam: Vamos junto?
Laryssa: Não, porque eles já estão atrasados. - tentando enrolar ele
Niall: Mas vocês podem chegar depois!
Laryssa: Eu não vou!
Liam: Porque? Você esta se sentindo bem?
Laryssa: Não Liam, é porque eu não quero ir! - levanta as sobrancelhas, balançando a cabeça, querendo apontar 
Liam: Então... tá! Se divirtam.
Victoria: Eu volto antes de meia noite.
Niall: Pois é! Mas cadê o Harry?
Laryssa: Ele estar... por ai.

          Enquanto Niall e a Victoria estão jantando no Nando's, a Lary está sozinha com o Liam em casa, chega a hora de jantar e a Laryssa inveta de ir pra cozinha por a mão na massa e fazer um macarrão, porém ela não tem a minima noção de como cozinhar, pra ser um cavalheiro Liam vai tentar ajudar, mas tudo acaba virando uma guerra de farinha, que deixa os dois e a cozinha em pedição e miséria.
          Depois que eles terminam a faxina na cozinha decidem ir pro Nando's encontrar com a Victoria e o Niall e finalmente jantar, mas já estava tarde e não tinha mais ninguém no restaurante, que estava quase fechado, mas o gerente abre uma exceção por ser Liam Payne e a irmã de Harry Styles, e serve o ultimo prato da noite Chips com Peri Peri, que é uma pimenta bem ardida até que deixa Laryssa com a boca queimando um pouco e necessitando de uma sobremesa urgentemente, mas já havia acabado tudo no restaurante, e como já era tarde eles voltam pra casa para procurar algum sorvete na geladeira. Pelo caminho Liam pede pra Laryssa contar tudo, detalhadamente, o que aconteceu no período que ele perdeu a memoria.

...

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Change the life - 13º capitulo

          Laryssa sai arrastando Victoria pelo park até Harry, que fica rindo da situação e concorda com a ideia da Vick ir morar na casa deles. Voltando pra casa eles viram dois estranhos na porta de casa, na verdade 1,5. Tinha uma mulher e uma criança de aproximadamente 1 ano e meio, e o susto maior vinha depois.

Laryssa: Oi, quem é você? ~.^
Pessoa: Você que me viu na intimidade não sabe quem eu sou?
Laryssa: Eu te vi na intimidade? Que história é essa?
Pessoa: Eu vou te ajudar. Isso aconteceu a dois anos atrás, no Brasil... - foi interrompida
Laryssa: Helena?! O que é que você esta fazendo aqui - surpresa
Helena: Está vendo esse menino aqui? Ele nasceu exatamente oito messes depois que você e o Zayn me pegaram no flagrar, ou seja, eu já fui para o Brasil gravida, e eu voltei pra fazer um exame de DNA.
Harry: Você esta me dizendo que esse menino pode ser filho do Liam?
Helena: Ou do Zayn!

          É nessa hora que Laryssa olha para o menino e examina os detalhes dele, procurando alguma semelhança com o Liam ou com o Zayn. Sem chão ela fica tonta, começa a passar mal e desmaia.
          Harry leva ela para dentro de casa desacordada e à coloca em cima do sofá enquanto Victoria abana e dá inúmeros perfumes para a Laryssa cheirar e finalmente ela acorda. Quando ela se recupera totalmente vai ver o bebê que estava dormindo em cima da cama do quarto de hospedes e começa a chorar escondida pensando o que seria dela se ele fosse realmente filho de um dos dois.


          Em meia hora todos estão de volta a casa do Harry para ver o tal filho do Liam, ou do Zayn. Os dois estavam totalmente desesperados e preocupados com a Laryssa que havia passado mal. Zayn se lembra do exame de gravidez que ele tinha ouvido Liam e Neli falarem no dia em que ele descobriu a tração e não entendo o porque de ter dado negativo e o bebê tenha nascido, e essa interrogação ficou no ar.
          Eles ainda não sabiam da Victoria e se assustaram quando viram uma pessoa nunca antes vista antes andando dentro de casa, menos o Niall, que automaticamente fica encantado com ela, paixão a primeira vista, pena que ela não acreditava nessas bobagens, mas cedeu aos encantos do loirinho e ao menos conversou com ele.
          Até que Helena decidir descer, muitas ideias já haviam passado na cabeça dos candidatos a papai. A explicação dela foi meio complicada, mas que apertou ainda mais o coração de Laryssa.

Helena: Eu sei que dei um susto muito grande em vocês. Então eu já consegui um dos meus objetivos!
Liam: Como você consegue ser tão cínica? Eu nunca tive nada com você!
Zayn: Nem pula do barco agora que você teve sim. Você não se lembra... mas teve que eu vi!
Helena: Então voltando ao assunto... eu voltei agora justamente porque o outro provável pai do meu filho voltou ao normal, mas vejo que tive uma surpresa, ele não se lembra do que passou comigo. Pelo ou meno é o que ele esta dizendo!
Liam: É verdade, eu achava que o acidente tinha sido aqui na Inglaterra e eu nem sabia que já tinha ido para o Brasil!
Helena: Esta ok, eu já entendi. Então prosseguindo antes que o bebê acorde... - interrompida
Zayn: Uma pergunta: Qual é o nome do menino?
Helena: É Joseph, mas eu chamo de Joe.
Victoria: Joe... que nome de maloqueiro!
Laryssa: Haha... você leu os meus pensamentos!
Helena: Posso? Então... eu fiz um exame de gravidez, pouco antes de sair daqui, mas pelo o que as minhas contas indicam, eu fiquei gravida no Brasil.
Zayn: Esse filho é teu Liam!
Liam: Meu mesmo não!
Helena: Vou continuar... eu quero fazer um exame de DNA para receber a minha pensão!
Harry: Você só esta enteresada no dinheiro?
Helena: Isso mesmo! E quando sair o resultado do exame o Joe vai ficar com o pai, seja quem for.
Liam e Zayn: Não!!
Laryssa: Ai você já esta abusando!
Helena: Eu só quero correr atrás do tempo perdido.
Louis: Quer dizer que você considera que o ser mãe foi tempo perdido.
Helena: Sim e como!
Louis: Como você consegue ser tão desnaturada?
Helena: Sendo, ora!
Louis: OUCH :( que resposta obvia é claro!
Helena: O que foi não gostou?
Louis: Faz o seguinte: Deixa o bebê com quem você quiser que até eu ajudo a criar!
Helena: Otimo!
Louis: Daqui o seu filho não sai mais, e você vai embora o mais rápido possível sem nada.
Helena: Como eu disse, eu quero uma pensão.
Louis: Como eu disse, você vai sair sem nada. Até porque você não tem direito!

          E essa discussão se alastrou até que o bebê se acordou e finalmente os "papais" e o tio estressado viram o Joe. O exame de DNA foi marcado com urgência para dois dias depois, até o resultado ser divulgado o clima era de tensão e um pouco de medo, mas os dois já estavam preparados e o Liam já até havia comprado roupas e acessorios do dia-a-dia para o bebê.

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Change the life - 12º capitulo

          De vez enquanto Laryssa sumia, corria para uma praça cheia de árvores ao redor, mas dentro só gramado, de noite dava pra ver céu cheio de estrelas e de dia era cheio de gente, mas a qualquer hora era hora pra ir lá para pensar e principalmente chorar. Depois da conversa na sala, a vontade dela era ir na praça, mas com a cabeça meio confusa subiu para o quarto, assim, não tinha como sair pela porta da sala o jeito seria pular a janela.


          Cade a coragem? A janela dava para o jardim e se ela pulasse a queda seria amortecida por uma moita, o jeito foi contar até três e pular. Na queda ela rasgou o casaco e na praça, o vento gelado fez ela passar frio, mas de repente ela vê um casaco sendo posto sobre ela e leva um susto, mas depois ela vê que era Harry que percebeu que ela não estava no quarto, depois que a conversa acabou.

Laryssa: Que susto!
Harry: Me desculpa.
Laryssa: Tá. Mas como você chegou aqui?
Harry: Eu tenho fãs ;)
Laryssa: Não, você tem agentes do FBI!
Harry: Pois é! O que você veio fazer aqui?
Laryssa: Eu gosto de vim aqui pra pensar!
Harry: Então... o que você veio pensar?
Laryssa: Ah, você sabe... no Liam no Zayn.
Harry: Você tem que se decidir o mais rápido possível, sabe-se lá até quando você vai ter dois marmanjos doidinhos por você!
Laryssa: Ha, pois é, e não me poê pressão! - ela fica olhando as pessoas que estão na praça
Harry: O que é que você esta olhando?
Laryssa: Aquela menina ali. Eu acho que eu conheço ela!
Harry: Do Brasil?
Laryssa: É, mas ela esta muito diferente pra ser ela.
Harry: Mas você também não mudou?
Laryssa: É mudei... será que é ela?
Harry: Vai lá e pergunta.
Laryssa: E se não for ela?
Harry: Você só vai saber se perguntar.


Laryssa: Vou ficar sem saber mesmo.
Harry: Eita menina chata!
Laryssa: Puxei ao irmão! 
Harry: Pois eu vou lá.
Laryssa: Não!
Harry: Por que não?
Laryssa: E se não for ela?
Harry: E se... e se... você desconfia de mais!
Laryssa: Não é bem assim! Deixa pra lá já vi que não é ela.
Harry: Você tá mentindo. Vai ficar ficar na duvida eterna.
Laryssa: Tá bom eu vou lá!
Harry: Faz certo, e a sua bunda tá suja.
Laryssa: Ah valeu! - limpando a causa com - Saiu?
Harry: Saiu!

          Laryssa vai andando em direção da menina e ao chegar perto dela toma coragem e começa a falar:

Laryssa: Victoria?
Victoria: Como é que você sabe o meu nome? - se vira assustada
Laryssa: Ai meu Deus!!! Eu não acredito! É você mesmo?
Victoria: Que eu saiba sim! Mas... quem é você?
Laryssa: Sou eu Vick, é a Lary!!
Victoria: Não! - O.o - É tu doida? Quanto tempo!
Laryssa: Pois é, já faz tempo mesmo. Como é que você tá? O que é que você tá fazendo em Londres?
Victoria: Eu estou bem e vim estudar aqui.
Laryssa: Você esta ficando aonde?
Victoria: Eu estou em um hotel em quanto eu estou procurando um apartamento pra alugar!
Laryssa: Vai lá pra casa?
Victoria: Não, não, não, não... eu estou sabendo que você morra com o seu irmão, se fosse só você!
Laryssa: É mas ele só vive viajando em turnê, fazendo show, divulgando isso, aquilo. Resumindo: quase não para em casa.
Victoria: Pois é eu soube que o seu irmão ficou famoso, cantor. E que rolo foi aquele que você ia se casar com o Zayn, mas o teu irmão não deixou... que segredo é esse?
Laryssa: Essa história é rumor! Vai pra minha casa que eu te conto a história toda.
Victoria: Não e o seu irmão?
Laryssa: Ele não cria caso, vem que ele tá aqui!

...

Change the life - 11º capitulo

          Depois que o Liam foi morar na casa do Harry, as coisas ficaram difíceis, porque a 1D tinha que se reinventar com a volta do Liam e frequentemente o Zayn estava lá, sorte que Liam não tentava um beijo ou coisa do tipo com a Laryssa enquanto Zayn estava em casa, mas ele sempre ficava perto dela nos encontros. Um dia ele roubou um beijo da Lary de surpresa, na frente do Zayn, porque ele pensava que ainda estava namorando com ela, Zayn que já sabia que ele estava com amnesia não aguentou e contou tudo.


Zayn: Epa, que negocio é esse? - separando o beijo
Liam: Eu só estou beijando a minha namorada. O que é que deu em você? - disse já se irritando
Zayn: Você não é o namorado dela!
Laryssa: Não fala nada agora por favor meu lindo!!
Liam: Meu lindo? Que intimidade é essa?
Zayn: Se você não percebeu, foi você que dormiu 2 anos e nos vivemos normalmente esse tempo todo!
Liam: Mas agora eu vou voltar a viver normalmente como antes do acidente.
Zayn: Você vai viver normalmente agora, mas não como era antes... - interrompido
Niall: Não, não, não... não fala agora por favor!
Louis: Por quanto tempo nos vamos esconder isso? Ele precisa saber!
Liam: Saber do que, porque eu não vou viver como antes?
Laryssa: Porque eu e o Zayn estávamos namorando à quase 2 anos quando você acordou. Pronto falei!
Liam: Você me trocou por ele, logo depois do meu acidente?
Zayn: Você que trocou ela primeiro!
Liam: Eu troquei por quem se eu estava em coma?
Zayn: Você esta com amnesia, você não consegue se lembrar de um tempo antes do acidente aqui e nem do Brasil!
Liam: Mas eu nunca fui pro Brasil!!!!
Harry: Já foi sim.
Louis: Foi lá o seu acidente!
Liam: E o que foi que eu fiz que fez a Lary me trocar?
Laryssa: Você nos traiu, eu e o Zayn de uma vez só, com a Neli.
Liam: Mas eu nunca trairia vocês! Ela dava em cima de mim, mas eu nunca cedi!
Zayn: Essa é nova! Conta mais.
Liam: Eu não tenho muito pra contar, mas ela investia pesado em mim mesmo namorando com o Zayn, ai eu comecei a namorar a Laryssa e ela continuou, e que eu me lembre, eu nunca me rendi.
Niall: Mas você cedeu e a Lary e o Zayn flagraram vocês na cama lá na casa de praia no Brasil. Depois disso a Neli fugiu e até hoje nos não sabemos dela. Os dois pra se vingarem fugiram e deixaram um bilhete que dava pra entender que eles iriam se matar. Você foi corroído pela culpa e tentou se matar jogando um carro no barranco e aqui estamos.
Liam: E porque os dois estão juntos hoje?
Zayn: Nos fomos para uma tribo indígena passamos um tempo lá e eu me apaixonei por ela, depois só foi eu conquistar ela e aqui estamos. - nessa hora ele olha pra Laryssa sorrindo e com os olhos brilhando!


Liam: Se isso tudo foi verdade, me desculpe, me desculpe, me desculpe eu não sei mesmo como é que eu pude fazer isso. Mesmo sem me desculpe por ter feito você sofrer Lala. Me desculpa por favor - já implorando
Laryssa: Eu perdoou! Não se preocupe o que passou, passou eu te perdoou de coração mesmo!
Zayn: É claro que eu te perdoou, não é por nada não, mas eu quero que você seja o nosso padrinho de casamento!
Laryssa: Calma aê, não se esqueça que nos ainda estamos brigados! 
Harry: Vocês estão brigados? Poque você não me disse?
Laryssa: A Gemma sabia! - virou, subiu as escadas e foi para o quarto.
Louis: Porque vocês dois brigaram?
Zayn: Ela viu uma daquelas fãs atiradas se esfregando em mim, e... bom, ela não gostou, arrasou com a minha cara, e partiu pra cima da menina. Só não matou porque eu tive que separar.
Louis: Haha, ciumeeeenta...
Niall: Eu não sabia que ela era tão ciumenta.
Zayn: Mas ela nunca fez isso, foi porque realmente a fã estava passando do ponto.
Harry: Tem delas que é um caso serio!
Liam: Bom, eu vou voltar a sentir esse acedio agora então... 
...